Tudo o que vivemos na infância deixa marcas em nosso coração e em nossa personalidade. Há experiências que a criança deveria viver na infância que as ajudam a ter uma boa saúde mental quando somos adultos.

Segundo um estudo realizado pela Universidade Johns Hopkins, quando seu filho vive experiências positivas enquanto criança, é menos provável que sofra depressão e tenha uma melhor saúde mental quando for adulto. Logo, suas relações pessoais serão mais saudáveis.

7 experiências que a criança deveria viver na infância

Mas, quais são as vivências? Os investigadores explicam que se trata, especificamente, destas sete experiências positivas:

1. Falar dos sentimentos

É necessário e importante dar-lhe a confiança às crianças para expressar e falar sobre seus sentimentos. Desde nomeá-los até ajuda-las a canaliza-los adequadamente.

2. Sentir a empatia de seus familiares

Fazê-los sentir que os pais e o resto da família as entendem, bem como mostrar-lhes que estarão a seu lado tanto nos momentos bons como nos difíceis.

3. Aprender as tradições

Fazê-los partícipes das tradições familiares e sociais entenderão melhor seu entorno e aprenderão e aproveitarão mais cada festa ou reunião.

4. Dar-lhes um sentido de pertencimento na escola

Quando se sentem parte de algo, entenderão melhor as coisas e é mais fácil que adquiram conhecimentos tanto escolares como emocionais.

A verdadeira origem das crianças inseguras e desobedientes

5. Sentir apoio de amigos

Sem dúvidas, os amigos são parte importante da vida das pessoas e, quando se cria um círculo de amizade desde pequenos e se continua fomentando conforme crescem, as crianças darão grande valor à amizade e se sentirão seguros.

6. Conviver com familiares e sentir seu apoio

Sem dúvidas, os pais estarão a seu lado incondicionalmente, mas também precisam de amor, apoio e compreensão de outras pessoas.

7. Sentir-se seguro e protegido em casa

É importante fazer-se sentir, assim como dizer-lhes que, em sua casa, sempre estarão seguras e terão em quem confiar e com quem contar (seja mamãe, papai ou algum familiar) em todo momento, sobretudo nos mais difíceis.

Agora é momento de pensar se, realmente, seus filhos estão experimentando esses sete pontos ou é momento de colocar mãos à obra para ajuda-los a ter uma vida adulta tranquila e saudável.

* Psychology Today e JAMA Pediatric. Visto em Naranxadul

Educação Emocional

Na seção Educação Emocional aprendemos como ajudar nossos filhos a reconhecer e identificar as emoções corretamente. A partir do desenvolvimento da inteligência emocional, a criança está preparada para vivenciar situações várias de uma maneira equilibrada. Além disso, há uma parte dedicada a sugerir atividades sobre as emoções para trabalhar com os pequenos em casa. Descubra mais:


Gostou desta publicação do educlub?

💬  Deixe seu comentário ↓

↪️  Compartilhe com seus amigos.

Deixe Uma Resposta