Era uma vez uma família de ursos que vivia em uma cabana em meio do bosque. Era formada pelo papai Urso, a mamãe Ursa e seu filho, um pequeno ursinho.

A mamãe ursa, todos os dias, colocava o avental, preparava a comida e colocava a mesa. Um prato para o papai, outro para ela e um pequeno para o ursinho.

Um dia, uma menina muito bonita, conhecida como Cachinhos Dourados, porque tinha os cabelos de ouro e muito cacheados, foi ao bosque colher flores.

Tris, tras; tris, tras… Caminhou muito e estava muito cansada. Viu a cabana dos ursos e entrou, mas não havia ninguém.

– Oh, que bonito! – exclamou.

E começou a olhar tudo.

Viu uma mesa e três cadeiras. Sentou-se na do papai. Era enorme. Provou a da mamãe, mas também era muito grande para ela e não era cômoda.

Logo viu uma cadeirinha de balanço. Era do ursinho. E zis zas… começou a balançar sem parar. Que divertido!, mas… catapum…!, a cadeirinha quebrou.

Cachinhos Dourados seguiu investigando. Olhando agora por aqui, agora por lá, se encontrou na cozinha. Ali estava a mesa bem posta e cheia de coisas ricas.

Que fome de repente…! Provou um pouquinho de cada prato. Ao chegar no do ursinho exclamou:

– Que delicioso!

E como tinha tanta fome, deixou o prato completamente vazio.

Depois de comer, entrou sono. Subiu ao andar de cima e viu que havia três camas. Uma delas, a menor, era do ursinho. Parecia feita a sua medida. Deitou-se e dormiu.

Quando os ursos voltaram, encontraram tudo desordenado. A comida dos pratos estava mordida e o prato do ursinho vazio, sem nenhuma gota do mingau.

O pai urso e a mãe ursa gritavam com todas suas forças:

– Alguém se sentou na nossa mesa!

– Alguém comeu nossa comida!

O ursinho não parava de chorar porque tinha fome.

– Balance um pouco, vamos. – Disse-lhe a mamãe ursa – , enquanto preparo outro prato de mingau para você.

Mas a cadeirinha estava quebrada e o ursinho começou a chorar ainda mais forte.

– Quero meu mingau! Quero minha cadeirinha! – gritava.

E, sem deixar de chorar, correu ao andar de cima. Viu as camas de seus pais desfeitas e os lençóis pelo chão. Assustado, olhou sua caminha.

– Venham, venham! – gritou –. Há uma menina muito bonita dormindo na minha cama!

Os três ursos olhavam assustados. Cachinhos Dourados acordou e fugiu muito assustada.

A menina corria pelo bosque afora e o ursinho a chamava:

– Cachinhos de ouro! Você esqueceu suas meias”

O ursinho as mostrava dizendo-lhe adeus. Queria ser seu amigo.

Sobre a história Cachinhos Dourados

Cachinhos Dourados é uma narrativa infantil do autor e poeta inglês Robert Southe. Foi publicada pela primeira vez em 1837. Também se conhece o conto por outros títulos: A História dos Três Ursos ou Cachinhos Dourados e os Três Ursos. Além disso, a menina também é conhecida como Cachinhos de Ouro. Mas, como você deve imaginar, um clássico acaba ganhando muitas recriações interessantes.

Aliás, na versão original, a casa dos ursos é invadida por uma senhora e não pela doce menina Cachinhos Dourados. O final também pode ser diferente, dependendo da versão. Em algumas delas, Cachinhos Dourados, ao ser encontrada pelos ursos, fica envergonhada, pede desculpas e se retira. Em outras versões, em especial as mais antigas, os ursos devoram Cachinhos antes de que escape. E a família de animais acaba sendo morta pelos pais da menina chateados pelo acontecimento.

Cachinhos de Ouro para comprar

Eis nossas recomendações de títulos sobre o conto infantil Cachinhos Dourados.

Cachinhos de Ouro, de Ana Maria Machado

[amazon box=”8532252044″]

Cachinhos Dourados, de Roberto Belli

[amazon box=”8537601462″]

A outra história de Cachinhos Dourados, de Jean-Claude R. Alphen

[amazon box=”851610611X”]

Cachinhos Dourados – Toque e Sinta, Yoyo Books

[amazon box=”9463600434″]

Cachinhos Dourados e um urso apenas, de Leigh Hodgkinson

[amazon box=”8574124222″]

Cachinhos Dourados e os três ursos

[amazon box=”8537625523″]

Se você conhece outros títulos sobre essa história infantil, escreva nos comentários desta publicação. Será um prazer inclui-lo em nossa lista e compartilhar com outros pais e educadores.


Gostou desta publicação do educlub?

💬  Deixe seu comentário ↓

↪️  Compartilhe com seus amigos.

Deixe Uma Resposta