Despertar o interesse pela leitura e escrita parece tarefa fácil mas não é. O processo é longo. O trabalho se estende durante toda a infância desde os primeiros meses de vida, quando, ao falarmos com o bebê, vamos nomeando as coisas do mundo através das palavras. Lá pelos três anos, muitas crianças já demonstram interesse pelos sons e escritas das letras, mas é mais adiante que tem amadurecido o processo de associar o som à grafia de forma mais eficiente, favorecendo assim a leitura e escrita. A partir dos 4 anos e meio – 5 anos de idade, seguindo o ritmo da criança, podemos fazer o livro de letras para trabalhar a consciência fonêmica no ciclo de alfabetização.

Antes mesmo de ver o passo a passo, sugiro que leia o artigo 10 atividades de consciência fonológica para crianças de 3 a 6 anos. Nesse artigo há informações valiosas de como trabalhar os sons das letras do alfabeto de forma progressiva.

10 Atividades de consciência fonológica para crianças de 3 a 6 anos

Você vai precisar de:

  • 1 caderno brochura de 80 páginas pautado ou sem pauta
  • Lápis preto
  • Borracha branca
  • Cola branca ou bastão
  • Tesoura
  • Caneta preta
  • Folhetos de supermercado e revistas

Como preparar o Livro das letras

Para preparar o livro você pode fazer uma capa bonita. Destine duas páginas abertas a cada letra do alfabeto. Tenha em conta o tipo de letra que a criança está aprendendo. No nosso caso, optamos por começar com a letra de forma maiúscula já que é aquela trabalhada na escola onde a menina estuda. No entanto, ainda acrescentei, no topo da página, a letra cursiva e a letra de imprensa. Isso ajuda a criança a reconhecer. Mais de uma vez, Laura ficou tentando traçar com o dedinho as letras.

Pegue os folhetos de supermercado ou revistas e mãos à obra!

Como brincar

O livro de alfabetização deve ser feito com frequência. Ou seja, se puder todos os dias e, se não, destinar alguns dias da semana. A repetição e a prática não despertam o gosto pela leitura, no entanto, são importantes para que a criança amadureça o processo de consciência fonêmica e relacione, adequadamente, o som à uma letra.

Por aqui, quase todos os dias Laura coloca novas imagens e palavras no livro. Quando diz que não quer fazer, não insisto. Muitas vezes, dar pausa faz parte do processo de amadurecimento. Quando retoma desde o prazer, a criança se sente motivada e satisfeita com o resultado.

Faço uma observação: O nosso livro está em espanhol, já que a pequena de casa está sendo alfabetizada nesse idioma.

Posso fazer o livro de alfabetização com crianças menores de 4 anos e meio?

A resposta é sim. Basta adequar ao ritmo da criança. Você pode fazer um livro das letras em que a criança deve apenas recortar e colar imagens que comecem pelo mesmo som. Outra possibilidade é recortar e colar a mesma letra em formatos distintos. Isso ajuda a reconhecer as diferentes grafias.

Como já os contei, Laura está fazendo seu primeiro livro das letras do alfabeto. Cola imagens e escreve as palavras tendo em conta os sons de cada uma das letras que as compõem. Esse livro está em letra bastão maiúscula.

Se continuar no ritmo atual, espero que se anime a fazer um livro escrevendo palavras com letra cursiva e outro encontrando as diferentes tipografias das letras do alfabeto. Já voltarei para contar!


Gostou desta publicação do educlub?

💬  Deixe seu comentário ↓

↪️  Compartilhe com seus amigos.

Deixe Uma Resposta