O que vem a ser combustíveis fósseis? Em resumo, o combustível fóssil é aquele formado por meio de processos naturais, tal como a decomposição de organismos mortos soterrados. Para mentes curiosas, ampliamos o tema e contamos tudo acerca dos combustíveis fósseis. Começamos!

O que são combustíveis fósseis?

Os combustíveis fósseis representam mais de 75% da demanda de energia do mundo, sento utilizado em veículos, indústrias e residências. Ao serem queimados, produzem quantidades significativas de energia por unidade de peso.

Quais são os combustíveis fósseis?

Existem três tipos de combustíveis fósseis (petróleo, gás natural e carvão). Ainda podemos elencar o betume, o xisto, entre outros Vejamos quais são os três principais, sua composição e onde são utilizados.

1 – Petróleo

O petróleo é um líquido escuro formado, principalmente, por restos de pequenos seres marinhos, como animais e vegetais unicelulares. É composto pela mistura complexa de hidrocarbonetos e pequenas quantidades de compostos orgânicos que contêm enxofre, nitrogênio e oxigênio.

Atualmente, é o combustível fóssil mais utilizado, visto que seu refinamento, feito a partir de destilação fracionada, da origem a várias frações ou misturas de compostos orgânicos com quantidades de carbono que compõem os derivados do petróleo.

E quais são os derivados do petróleo e seus usos?

  • combustível: gasolina, gás natural e diesel;
  • iluminação: querosene;
  • GLP (Gás Liquefeito de Petróleo): gás de cozinha;
  • parafina: fabricação de velas e cosméticos;
  • asfalto: pavimentação das ruas.

E não termina aí. Ainda há muitos outros derivados de petróleo usado na produção de polímeros sintéticos, como plástico e borracha.

2 – Gás Natural

O gás natural está composto, sobretudo, de metano (CH4) e é encontrado nas jazidas petrolíferas, associadas ao petróleo. Ele é usado como combustível, matéria-prima na síntese de compostos orgânicos e na fabricação de plásticos. Por se tratar de uma energia menos poluente que o petróleo e seus derivados, o governo incentiva seu uso em indústrias para a geração de calor.

O maior problema do uso do gás natural combustível é o transporte e estocagem. É necessário a colocação de gasodutos imensos que poderiam causar grande impacto ambiental.

3 – Carvão mineral ou natural

O carvão mineral, essa rocha preta e porosa, é obtido da fossilização da madeira e se constitui de uma mistura de substâncias complexas ricas em carbono. De fácil combustão, o carão foi formado por restos vegetais em ambientes pantanosos, acumulados ao longo de milhões de anos. Esse processo é denominado encarbonização. Saiba que, quanto maior o tempo de encarbonização, maior o teor de carbono e seu poder energético.

Há quatro tipos de carvões minerais (turfa, linhito, hulha e antracito). Dentre eles, o de maior relevância comercial é a hulha (com 80% de carbono) cujas frações originadas da destilação seca são:

  • gases utilizados como combustíveis e iluminação de ruas;
  • alcatrão de hulha para compostos aromáticos usados em produção de plásticos, tintas, produtos de limpeza e medicamentos;
  • águas amoniacais empregadas em fertilizantes.

Origem dos combustíveis fósseis?

O petróleo, o gás natural e o carvão mineral se formam pela decomposição de organismos animais e vegetais ao longo de milhares ou, mesmo, milhões de ano. Isso porque os restos de matéria orgânica foram soterrados nas camadas mais profundas da crosta terrestre, submetidos à decomposição por serem submetidos à ação de bactérias, pressão e calor.

Queima de combustíveis fósseis

A queima ou combustão do combustível fóssil gera gases poluentes, tais como

  • dióxido de carbono (CO2), considerado o principal responsável pelo aquecimento global;
  • monóxido de carbono (CO), tóxico e venenoso;
  • fuligem (C), um material particulado;
  • gases oriundos da presença de impurezas, como o óxido de enxofre e o nitrogênio.

A queima de combustíveis fósseis teve início no período da Revolução Industrial, quando a lenha passou a ser substituída pelo carvão. O uso do combustível fóssil nas máquinas a vapor foi imprescindível para o salto no desenvolvimento industrial da humanidade. O carvão perde espaço na metade do século XX, quando se intensifica o uso de combustíveis derivados do petróleo e se favorece o desenvolvimento de motores à explosão.

Combustíveis fósseis é energia renovável?

Não. O combustível fóssil é um recurso não-renovável, já que levam milhões de ano para se formar. Isso significa que as reservas de combustíveis são limitas. Muitas delas, aliás já estão no limite, já que consumimos mais do que produzimos.

Combustíveis fósseis: vantagens e desvantagens

Vamos abordar sobre as vantagens e desvantagens da produção e uso dos combustíveis fósseis?

Vantagens

No geral, a principal vantagem da produção dos combustíveis fáceis se refere à sua extração. A do petróleo, por exemplo, ser feita tanto nos mares como no continente o que revela facilidade de localização dos reservatórios, extração e processamento do combustível.  Embora esse processo seja caro, gera uma variedade de produtos consumidos em diversos setores da sociedade. Isso significa que oferecem melhor custo-benefício do que outras fontes de energias alternativas.

Desvantagens

Elencar desvantagens, significa refletir as consequências ambientais do uso de combustíveis fósseis. A produção e uso de combustível fóssil é a principal causa do aquecimento global. Isso porque a queima do combustível produz toneladas de dióxido de carbono anualmente. Metade dessa produção atinge a atmosfera, posto que os processos naturais apenas absorvem metade dessa quantidade. Dessa forma, da-se a produção de gases de efeito estufa que intensificam o aquecimento global, notório nas intensas mudanças climáticas.

A redução das emissões de carbono é, aliás, alvo de discussões de inúmeras conferencias ambientais. Há acordos estabelecidos, tais como o Protocolo de Kyoto e o Acordo de Paris, que visam a buscar alternativas para substituição de combustíveis fósseis para a produção de energia.

No que se refere ao impacto no meio ambiente, os combustíveis fósseis podem expor o homem a agentes cancerígenos, a risco de incêndio, a derramamento de navios petroleiros ou de exploração petrolífera e gasodutos. Nesse sentido, qualquer erro pode desencadear um desastre ambiental sem precedentes. Outro grande problema está no fato desses combustíveis serem finitos, o que significa que, não há como renovar essa fonte de energia.

Há que pensar qual peso é maior. Tendo em conta o panorama mundial, poderíamos dizer que urge o apoio a pesquisas para desenvolver modos de produzir e consumir maior quantidade de energias renováveis, como a energia do sol ou do vento. Afinal, é preciso conservar o meio ambiente para que o nosso Planeta Terra continue habitável.

Visite Atividades de Ciências e descubra muito mais!


Gostou desta publicação do educlub?

💬  Deixe seu comentário ↓

↪️  Compartilhe com seus amigos.

Deixe Uma Resposta